Como procurar os melhores concursos abertos no país?

Postado em 06 ago 2017
Comentário: Off
Tag:

Como procurar os melhores concursos abertos no país?

Vamos fazer uma pequena mudança no título: como procurar os melhores concursos para você? Claro, se você tem uma formação acadêmica, se você sente-se preparado (ou se está se preparando) para prestar um concurso público, deve primeiro saber o que busca para seu futuro profissional. Você, certamente, além de uma boa remuneração, um salário digno, também busca estabilidade, procura algo que lhe dê um plano de carreira para seu crescimento profissional, procura uma oportunidade para mostrar seu valor.

Porém, de nada vai adiantar escolher entre os melhores concursos abertos, preparar-se exaustivamente para fazer os testes, conseguir ficar entre os primeiros, ser convocado e começar a trabalhar numa carreira que não lhe trará a satisfação pessoal, que não vai lhe dar a sensação de fazer diariamente o que gosta.

E, você sabe, nada pior para um profissional do que estar “amarrado” a um trabalho, sentir-se obrigado a comparecer a uma repartição pública todo dia, “empurrar com a barriga” as obrigações só porque conseguiu um emprego estável, com boa remuneração, mas com a eterna sensação de não sentir-se bem com a atividade.

Com o passar do tempo, virá o que é o pior para qualquer profissional: a frustração. E, com a frustração, o desleixo. E com o desleixo, a figura do péssimo funcionário público, com atendimento precário e com a inconfundível marca que pesa sobre a maioria dos funcionários públicos: falta de vontade.

Busque o melhor para sua profissão

O primeiro passo para você escolher entre os melhores concursos públicos é saber qual o objetivo que você quer alcançar para sua vida profissional. Se você escolheu bem sua formação acadêmica, deve sentir-se preparado para entrar na luta e conseguir seu lugar. Então, se você gosta da profissão que escolheu, se tem certeza de que sua profissão é a grande paixão de sua vida, você está preparado para o segundo passo.

Vamos considerar, então, que você tem em mente a certeza de que é realmente isso o que busca, e você também deve pensar que todo o seu futuro está nesta certeza, tudo o que poderá vir daqui pra frente, inclusive seus objetivos pessoais, familiares, seus sonhos de conquista, enfim: sua vida.

Seu segundo passo, então, é a preparação para o concurso que está querendo prestar. Dentro de sua formação, com a devida paciência – e é necessário ter paciência – busque as informações que precisa, seja via internet, seja através dos jornais, faça a pesquisa sobre remuneração, sobre os graus de dificuldade do concurso aberto na sua área, sobre o índice de concorrência e sobre as possibilidades de crescimento dentro da profissão.

Escolhido e pesquisado tudo o que precisa para seu futuro? Então, pronto, comece a elaborar uma estratégia para enfrentar com calma e ponderação a preparação para o concurso.

Crie uma estratégia

Existem centenas de cursos preparatórios para lhe dar as melhores orientações para enfrentar um bom concurso. Informe-se bem, antes de começar, procure saber o histórico da empresa responsável pelo curso, dos instrutores que você terá, até mesmo dos resultados conseguidos em concursos abertos anteriormente pelo curso que você está escolhendo.

Leia com atenção os editais dos concursos, procure saber sobre as matérias que deverá estudar e aplique-se, principalmente, naquelas em que encontra mais dificuldades, as que lhe deram mais dor de cabeça em seu curso de formação.

Com esse plano em mãos e na mente, comece a estudar, sem se esquecer de que o conhecimento adquirido é a única riqueza que nunca ninguém poderá lhe tomar. O que você está aprendendo para seu futuro é única e exclusivamente seu e é isso o que você deve ter em sua mente.

Nesta luta pela conquista do seu espaço, quem deve importar é você próprio. Não se preocupe com concorrência, não se preocupe com dificuldades: pense em você mesmo e em como está se preparando para conseguir o seu lugar.

Para conseguir seu objetivo, o importante é nunca desanimar. Não pense que poderá conseguir vencer a guerra logo na primeira batalha. Se não for no primeiro, no segundo você estará mais preparado, já com a experiência adquirida.

Com isso, certamente, a sua vitória estará garantida – e também o seu futuro.

Sobre o autor